Curitiba: Exercícios de ginástica

Exercícios de ginástica local marcam a 18ª aula de atividades físicas

16/04/2020 14:00 | Prefeitura Municipal de Curitiba | Reprodução
Exercícios de ginástica local marcam a 18ª aula de atividades físicas.
Foto: Divulgação

Exercícios de ginástica local marcam a 18ª aula de atividades físicas. Foto: Divulgação1/9

Foi ao ar na manhã desta quinta-feira (16/4) a 18ª aula on-line de exercícios físicos para serem feitos dentro de casa. Desde o dia 23 de março, professores de Educação Física da Secretaria Municipal do Esporte, Lazer e Juventude (Smelj) divulgam as aulas na internet para que as pessoas possam se exercitar dentro de casa durante esse período de distanciamento social. 

As aulas publicadas na página da Smelj no Facebook já foram vistas por 112,6 mil pessoas.

As atividades físicas são uma forma de manter a imunidade alta e também ajudam a cuidar da saúde mental.

A aula desta quinta-feira (16/4) foi dada pela professora Gisele Tamanini e foi de exercícios de ginástica local. Na manhã desta sexta-feira (17/4) será divulgada a 19ª aula, que será de ginástica GAP adaptada para a terceira idade.

O professor Lúcio Ferraz vai explicar algumas variações dos movimentos para quem prefere uma aula com maior intensidade. A ginástica GAP reúne exercícios aeróbicos e musculares para os glúteos, abdômen e pernas.

De segunda a sexta-feira, sempre às 9h30, são divulgados vídeos com as aulas on-line no Facebook da Smelj. Além dos vídeos, a Smelj preparou uma série de exercícios articulares e de alongamento que também podem ser acessados pela página da secretaria no Facebook.

As aulas on-line estão sendo postadas desde o dia 23 de março, quando a Smelj decidiu fechar os 36 Centros Esportivos da Prefeitura. A medida segue a determinação das autoridades de saúde para evitar o contágio do novo coronavírus.  

Assista aqui aos vídeos

Números

As aulas publicadas pela Smelj já foram vistas por 112,6 mil pessoas. Destas, 69,2 mil acompanharam ao vivo pelas redes sociais e outras 43,4 mil depois que os vídeos ficaram disponíveis. O maior público é de mulheres com 78,2% e a faixa etária predominante é de 35 a 54 anos. Os idosos representam 16,4% do total de pessoas que acompanharam as aulas. Número que vem crescendo, no primeiro balanço era de 10,9% e no segundo de 14,2%.

Os vídeos divulgados até agora foram apresentados pelos professores Marina Paludzyszyn, Cristina Nunes, André Soares, Elo Freitas, Walkíria Miranda, Lucio Ferraz, Simone Cordeiro, Regiane Atallah, Priscyla Cicielski, Fabiana Molina, Paula Inoque, Gisele Schlosser da Silveira, Dani Pereira Zin, Gisele Tamanini e Cris Zeni.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.