Ramada em Ponta Grossa

Novo projeto hoteleiro de Ponta Grossa (PR) vai receber R$ 25 mi em investimentos

Autor: Filip Calixto |  |08/11/2018

Previsto para 2021, novo projeto hoteleiro de Ponta Grossa (PR) vai receber R$ 25 mi em investimentos. A abertura deve ocorrer no segundo semestre de 2021

A cidade de Ponta Grossa, no interior paranaense, terá em breve um reforço de peso em sua oferta hoteleira. Desenvolvido pela Pedra do Sol Empreendimentos, está previsto para o segundo semestre de 2021 um hotel de marca internacional, com perfil corporativo. A unidade tem investimento previsto de R$ 25 milhões e a gestão deve ser feita pela bandeira Ramada, no Brasil representada pela Vert Hotéis.

À frente do projeto, José Francisco de Freitas, diretor da construtora, explica o passo a passo do projeto até agora. Segundo informa o executivo, a ideia nasceu há cerca de três anos. Nesse momento já era intenção ter uma marca internacional para estampar seu nome na fachada da unidade.

No momento seguinte os desenvolvedores escolheram o terreno – um lote no bairro de Oficinas –, o projeto arquitetônico e encomendaram um estudo de viabilidade de mercado. Esse estudo, inclusive, foi a etapa que confirmou as boas possibilidades para o hotel, segundo comenta o diretor.

O resultado do estudo respondeu algumas inquietações dos construtores. As dúvidas eram: se era viável construir um hotel em Ponta Grossa; o tamanho que esse hotel deveria ter; e qual a rentabilidade esperada para esse empreendimento. “Sendo esta última pergunta crucial para conseguirmos atrair investidores para o empreendimento”, lembra Freitas.

Mas com as perguntas respondidas o projeto agora já está em andamento. As obras começaram em julho e toda a fase de fundação já foi concluída. “Agora estamos executando as demais disciplinas subterrâneas como rede hidro sanitária, drenagem do terreno, rede de gás, aterramento do edifício, etc”, comenta o dirigente. “As próximas fases serão executar o piso térreo e início de execução das lajes superiores”, completa.

Novo hotel de Ponta Grossa

Segundo informa o planejamento da obra, o empreendimento terá 156 apartamentos. Sobre a viabilidade financeira do projeto, Feitas explica que a propriedade será aberta a investidores individuais que vão pagar parte dos custos e lucrar com a operação quando essa for iniciada.

Apontada como futura administradora, a Vert Hotéis preferiu não comentar a abertura, por ora.

Fonte: https://hoteliernews.com.br/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *